4 de fevereiro de 2018

Cabelos brancos em transição - Clareando o comprimento sem pintar a raiz


Como eu sempre falo, o mais difícil na transição dos cabelos pintados para os cabelos naturais com fios brancos, é o contraste entre a parte com tinta e a natural, sem tinta.
Quando se deixa de pintar, a parte crescida, para quem tem menos de 100% de brancos , cresce em dois tons, os brancos e os fios na cor natural dos cabelos.

É este o meu caso. A raiz tem fios brancos e fios escuros, na cor natural dos meus cabelos. A parte pintada está acobreada, resultado do uso do Dekapcolor, que foi uma tentativa de clarear os cabelos para amenizar o contraste entre os fios brancos e a parte pintada na cor escura.
Hoje eu percebo que teria sido melhor não ter usado o dekapcolor, pois eu não fazia ideia da quantidade de brancos que eu tinha. Normalmente eles não ficam uniformemente distribuídos na cabeça e se concentram mais na parte da frente. Em mim, mais nas entradas laterais.
Eu devia ter aguardado os cabelos crescerem, pelo menos 3 cm, para visualizar as áreas de maior concentração de brancos e após, clarear mechas nestes locais, somente no comprimento e a partir da raiz branca, descolorindo apenas a parte pintada. Mas em vez disso, eu usei o dekcapcolor, rss.
Já faz 5 meses que deixei de pintar os cabelos. Até agora está bem tranquila a fase de transição. Já estou bem adaptada. A única coisa que me incomoda um pouco é o tom acobreado do comprimento, já a raiz está linda, saudável e brilhosa. Eu já cortei 3 vezes os cabelos depois que parei de pintar e, aos poucos, toda a tinta deve sair. Mas daqui há duas semanas será a formatura do meu caçula e eu comecei a me preocupar um pouco com o penteado. Principalmente devido à cor acobreada.
Então resolvi fazer umas luzes nos locais que tenho mais brancos. Fiz hoje e em casa. Usei touca plástica (não use de borracha) e agulha de crochê. Puxei mais fios na entradas, onde tenho muitos brancos e bem poucos fios por toda a cabeça. Depois de puxar os fios, eu puxei para cima a touca para livrar a raiz. Se a sua raiz estiver com 5 cm, por exemplo, é esse o tanto que você deve puxar a touca. Assim toda a raiz virgem ficará por baixo da touca e você só descolorirá o comprimento. Usei pó descolorante Blond Studio da L'Oreal com água oxigenada 30 volumes. O pó da L'Oreal promete clarear até 8 tons e clareou bem, mesmo tendo usado o dekapcolor. Eu podia ter puxado mais fios, mas posso fazer isso outro dia. Melhor ir aos poucos e não passar da conta.
Depois de lavar e secar, eu fiz pequenas mechas de cor escura no papel alumínio. Cuidadosamente peguei apenas os fios, que na raiz estão escuros. Usei tinta Igora Royal na cor 7.0 e um pouquinho, da mesma marca, na cor 0-22, para ajudar a quebrar o avermelhado. Misturei a tinta à água oxigenada Richesse da L'Oreal, 9 volumes. Usei uma espátula larga para apoiar o papel alumínio e pincel. É mais difícil que fazer as luzes na touca então, quem não tem prática, é bom pedir ajuda a alguém ou fazer no salão. Fiz bem poucas mechas e finas, como nas luzes com a touca. Melhor repetir o processo um outro dia do que exagerar na dose. Essas mechinhas ficaram bem escuras, mas a cor vai clarear nas próximas lavadas.
Depois de lavar e tirar a tinta, eu usei a máscara matizadora da Salon Line Maionese. Gostei bastante do resultado. Quebrou um pouco o acobreado. Vou aguardar a semana para o cabelo se recuperar, pois ressecou um pouco e ver como ele se comporta. Aí decido se repito o processo.
Quem tiver alguma dúvida, por favor deixe nos comentários. Eu terei o maior prazer em ajudar. Até breve!!


8 comentários:

  1. Minha nossa, um blog para transição! Finalmente...Não tem perfil no FB?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adrica! É um prazer receber você aqui! Clique aqui para acessar meu perfil no Face SOS Cabelos.
      Obrigada por entrar em contato. Volte sempre, curta minha página no face, dê sua opinião e faça sugestões. Sua participação é muito importante!

      Excluir
  2. Quero muito fazer a transição, que bom que não estou sozinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria! Que bom que você está animada! Você não está sozinha. Veja as outras postagens no blog, como Dicas para assumir os cabelos brancos/ e Transição para os cabelos brancos/. Você vai gostar. Abraços

      Excluir
  3. Respostas
    1. Olá!
      Fico muito feliz por eu ter contribuído pra isso. Continue animada e firme no seu propósito!
      Obrigada pela visita

      Excluir
  4. Finalmente um tema sobre transição para os grisalhos! 🙌 Pq só vejo falar de como retocar a raiz com tinta e não como se livrar da tinta e aceitar o grisalho. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, Mamãe Alê!
    Quando decidi parar de pintar, eu senti que seria muito útil compartilhar o processo com outras mulheres que já pensavam nisso, mas não tinham coragem e também para inspirar as que ainda não pensavam em assumir os brancos.
    Fiquei muito satisfeita com o resultado. Passei inteira pela transição e no percurso, aprendi muito, principalmente a respeitar as diversas opiniões e a reivindicar o meu espaço como grisalha assumida e ainda assim mulher, com as mesmas características de antes, com a única diferença que agora tenho cabelos prateados, como tantas outras com cabelos louros, vermelhos, pretos, rosas, azuis. Todas mulheres, femininas... umas de cabelos pintados, outras de cabelo naturais, livres, leves e soltos

    ResponderExcluir

Topo